top of page

Marte nas Casas Astrológicas

Neste artigo abordaremos o posicionamento de Marte nas casas astrológicas levando em consideração aforismos de Firmicus Maternus, astrólogo do século IV d.C. Marte é um planeta noturno e masculino, da triplicidade do fogo, excessivamente quente e seco, colérico. É o mais rápido dos planetas superiores. Devido à sua natureza, Marte é o planeta da ação, da ousadia e do querer. Suas ações implicam combate, luta, desafio e competição. Conhecido por ser o maléfico menor, contrário à vida, representa violência, conflito, agressividade e destruição.



Marte astrologia
Marte por Hans Ladenspelder

Marte na Casa 1


A Casa 1 tem como cúspide o próprio Ascendente, sendo por isso a casa mais importante de um mapa. É o princípio da individualidade, marca a hora de nascimento de uma pessoa ou de um evento. É a base de um mapa astrológico. A Casa 1 representa o indivíduo, é a casa da vida, significa todas as condições que rodeiam o nativo. Refere-se tanto à sua aparência como as motivações e objetivos da pessoa. Gostos, maneirismos e mentalidade são em grande parte definidos pela Casa 1.


Segundo Firmicus Maternus, “Marte no ascendente, num mapa noturno e num signo masculino, fará soldados. De dia, sem aspecto a Júpiter, torná-los-á de tez escura, bastante altos, desejando dar mais do que o seu rendimento permite. Mas se, de noite, Marte estiver no ascendente e num signo masculino e, claro, Marte estiver nesse mesmo signo e em conjunção com Júpiter, ou num forte aspecto com ele, isto fará líderes na guerra, a quem todo o exército é confiado, com poder de vida e morte. Serão corajosos, sérios e afortunados. Mas Marte nessa casa não permite que a esposa ou os filhos sejam cuidados com afeto caloroso. Marte durante o dia, torna os nativos ousados, espertos, emotivos, errantes, instáveis de todas as formas, nunca são capazes de completar aquilo a que se propõe”.



Marte na Casa 2


A segunda casa zodiacal é quem “suporta” a Casa 1, o ascendente, sendo, portanto, chamada de casa sucedente. Seu significado está relacionado com a substância, os recursos do nativo. Num mapa natal representa as posses de uma pessoa, sua riqueza ou pobreza, indica como o nativo gera os seus bens. Em Astrologia Cristã, Lilly, expõe: “Num ser humano, representa o pescoço e a sua parte posterior até aos ombros; nas cores, o verde. É uma casa feminina e sucedente, chamada por alguns autores latinos Anaphora”.


Quer ler mais?

Inscreva-se em dharmastrologia.com para continuar lendo esse post exclusivo.

Commentaires

Les commentaires n'ont pas pu être chargés.
Il semble qu'un problème technique est survenu. Veuillez essayer de vous reconnecter ou d'actualiser la page.
Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga-nos!
  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook Basic Square
bottom of page