top of page

Astrologia na Bíblia, uma reflexão.

Olá, seja muito bem vinda e bem vindo a esta segunda parte da série Astrologia e Cristianismo. No primeiro post desta série, "Astrologia e Cristianismo: Antagonismo ou complementaridade?", está claro que a Igreja condena o uso da astrologia referindo-se a ela como um pecado. Porém, conforme veremos na sequência deste texto, há muito o que se refletir sobre.


Astrologia na Bíblia
Textos da Bíblia Sagrada

Há na Bíblia várias referências , mais ou menos indiretas, à astrologia sem utilizar propriamente a palavra “astrologia”. De fato, não é possível encontrar essa palavra no Antigo Testamento dado tratar-se de um conceito grego posterior. Não encontramos na Bíblia o tipo de astrologia grega que haveria de ser sistematizado pelo século II por Ptolomeu no Tetrabiblos: na Bíblia os augúrios são feitos a partir dos cometas e dos meteoros, mas em nenhuma parte encontramos a astrologia dos planetas. Não existe traço dela, para além das condenações habituais do culto religioso para com a adivinhação e os augúrios, conforme visto no post anterior.




Os "sinais" que surgem do céu...


Nos Gênesis, no quarto dia da Criação, está referido que os astros “sirvam de sinais”. Deus criou a luz no primeiro dia, mas o Sol, a Lua e os astros ainda não haviam sido criados: “Que haja luzeiros no firmamento do céu para separar o dia e a noite, que eles sirvam de sinais, tanto para as festas quanto para os dias e os anos”.


Confira em Deuteronômio 18: 9-12 onde é colocado que a prática da magia e da adivinhação é condenada. Eis o recorte:


Quando entrares na terra que Iahweh teu Deus te dará, não aprendas a imitar as abominações daquelas nações. Que em teu meio não se encontre alguém que queime seu filho ou sua filha, nem que faça presságio, oráculo, adivinhação ou magia, ou que pratique encantamentos, que interrogue espíritos ou adivinhos, ou ainda que invoque os mortos; pois quem pratica essas coisas é abominável a Iahweh, e é por causa dessas abominações que Iahweh teu Deus as desalojará em teu favor


Em Eclesiastes 3: 1-2 encontramos alguns versículos que, mesmo não se referindo diretamente à astrologia, fazem lembrar as ideias astrológicas: “Há um momento para tudo e um tempo para todo o propósito debaixo do céu. Tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar a planta.

Quer ler mais?

Inscreva-se em dharmastrologia.com para continuar lendo esse post exclusivo.

218 visualizações

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga-nos!
  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook Basic Square
bottom of page